Bardana

Nome científico: Artctium lappa L.

Sinonímia científica: Arctium chaorum Klokov e Lappa major Gaernt.

Nome popular: Bardana, bardana maior, pegamassa, baldrana, carrapicho de carneiro, carrapicho grande, erva-dos-pega-massos, erva-dos-tinhosos, gobô, labaca, lapa, orelha-degigante, pega-nossa, pegamassa, pegamasso, pegamoço, pejamaço, perga-masso.

Família: Compositae (Asteraceae).

Parte Utilizada: Folha fresca, raiz e semente.

Ação Farmacológica: Antidispéptico, diurético e anti-inflamatório, furunculoses, abcessos, dermatoses purulentas, acne, eczemas, gota, reumatismo, amigdalite, dor de garganta, artrite, erupções cutâneas, e vários problemas de pele, sudorífico, purificador do sangue e auxiliar no tratamento de diabetes. Uso Externo para caspa, seborreia, queda de cabelo, ulcerações e picadas de insetos.

A principal indicação terapêutica da bardana é em doenças crônicas da pele sendo muito ativo em afecções do tipo furunculose e acne.

Toxicidade/Contraindicações: Pode causar irritação dérmica e ocular. Seu uso não é recomendado para produtos infantis. Doses excessivas podem interferir na terapia com hipoglicemiantes. Deve ser evitado o uso durante a gravidez e lactação.

Dosagem e Modo de Usar

Uso interno: - Decocção: 40g das raízes por litro de água. Tomar 2 a 3 xícaras ao dia

Uso externo: - Tintura: compressas locais

Quero um Orçamento
Realize seu Orçamento
Em breve retornaremos.