Melatonina

A melatonina é um neuro-hormônio endógeno produzido predominantemente na glândula pineal, sintetizado a partir do triptofano e derivado da serotonina. Em indivíduos com visão normal a secreção de melatonina aumenta logo após o anoitecer, atinge seu pico máximo na madrugada e reduz lentamente nas primeiras horas da manhã. Ela possui papel essencial na sincronização do ritmo circadiano, em particular, no sono e vigília e no metabolismo energético.

Melatonina nos distúrbios do sono:

Distúrbios primários do sono (ex. insônia) são aqueles que não estão associados a uma condição médica, ao uso de substâncias ou distúrbio psicológico concomitante.

Orientação ao paciente:

Durante o tratamento com a melatonina, é aconselhável que o paciente siga uma rotina noturna, estabelecendo um horário para deitar-se, reduzindo atividades estimulantes e buscando alternativas para o relaxamento.

Possíveis efeitos adversos:

  • Sonolência;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Fadiga e náusea.

Contra-indicação:

Mulheres grávidas, pacientes com hipersensibilidade à melatonina ou a outro componente da fórmula.

Interação medicamentosa:

A melatonina não deve ser administrada concomitantemente com álcool ou com outros medicamentos sem a indicação médica, pois devido a sua metabolização hepática, pode ocorrer redução ou exacerbação do seu efeito.

Dose usual:

0,3 a 10mg/dia.

*Este medicamento deve ser manipulado somente sob prescrição médica.

Quero um Orçamento
Realize seu Orçamento
Em breve retornaremos.